top of page

FESTIVAL INTERVENTIVO DE FOTOGRAFIAS DO IBURA
"águas que arrebentam"

Festival e pesquisa fotográfica realizada no Ibura com ações de memória e patrimonialização das periferias.

O festival aconteceu na periferia do Ibura em Recife entre os dias 12 e 15 de Junho de 2024.

AGUAS QUE ARREBENTAM FESTIVAL_edited.jpg

Um festival interventivo nas periferias

WhatsApp Image 2024-06-11 at 13.07.07.jpeg
WhatsApp Image 2024-06-11 at 10.14.03 (1).jpeg
WhatsApp Image 2024-06-11 at 10.14.17 (1).jpeg

: Festival Interventivo de Fotografias do Ibura” é um micro festival de fotografias com duas exposições propostas de modo geo-interventivo pelas ruas do bairro periférico da zona sul de Recife, Ibura, através da técnica de intervenção de lambe-lambe (aplicação de fotos com cola em paredes). O evento é composto por duas mostras não competitivas, onde as imagens são impressas e aplicadas na técnica de lambe-lambe pelas ruas do ibura, com fotografias de agentes, arteiros, artistas, criadores e entusiastas das artes fotográficas que serão selecionadas via chamada pública. O evento acontece com duas mostras fotográficas em lambe-lambe, recebendo dez trabalhos fotográficos em lambe-lambe que são aplicadas em locais de circulação intensa de pessoas no bairro do Ibura. O festival é dividido em duas mostras, a 1) “inloco” e 2) “vide-cidade”. Ambas as mostras são feitas com chamadas públicas na internet, voltado para grupos, coletivos, agentes, sujeitos fazedores, apreciadores, amadores e profissionais das artes fotográficas. Para a mostra “in loco” serão selecionados jovens de até 29 anos, moradores de periferias da região metropolitana de Recife. Ja para a mostra “vide-cidade” serão selecionados moradores de periferias interioranas, populações indígenas,comunidades de terreiro de outras cidades do estado de pernambuco e do nordeste brasileiro. Sendo ao total 10 selecionados por curadoria especializada da fotografia, professores e pesquisadores em Pernambuco. A Mostra “Inloco” voltada para grupos e sujeitos locais da cidade de Recife e RMR, tem como proposta apresentar um panorama local, das periferias da cidade de Recife, sobre a produção fotográfica, suas tensões, propostas e criações que emergem nas imagens que são elaboradas por estes sujeitos/grupos. Em escala regional se estabelece objetivos similares da chamada da mostra “Vide-cidade”, onde a chamada será direcionada para fotograf@s, artistas visuais, performers com processos interventivos de fotografias em lambe-lambe do estado de pernambuco ou outros estados do nordeste. Serão selecionados para essa mostra 5 pessoas negras, indígenas, quilombolas, ribeirinhos, assentados, moradoras de periferias, regiões interioranas e com processos que versem através das técnicas da linguagem fotográfica.your own text.

A produção desenvolveu ações de pesquisa fotográfica junto as comunidades de e moradores do Ibura, apreentando uma trajetória de ocupação por meio das fotograficas familaireas. 

WhatsApp Image 2024-06-11 at 10.14.49 (1).jpeg
WhatsApp Image 2024-06-11 at 13.07.29.jpeg

Artistas do Festival

O festival selecionou 10 trabalhos fotográficos para a composição da sua programação dividido em duas mostras. Sendo uma local, com artistas de PErnambuco e outra com artistas do Nordeste. 

bottom of page